coragem...

LilySlim Weight loss tickers

sábado, setembro 08, 2012

Gorda Baleia, grande saco de areia!!!!!

Assinei mais uma vez o documento de IDIOTA! Cansei dessa vida, ora quero ser quem sou, ora quero ser quem era. Dessa vez, vou desabafar geral! Minha BFF Ana e mia se matou há uns três meses... Ela era a top! Claro que a mãe dela já sabia quem eu era (clínicas) e me culpou. Fora isso, minha vida está uma merda! O ballet, meu tão amado hobbie, já não está mais presente na minha vida. Sinto falta de ser bela, sinto falta de ser aplaudida, sinto falta de dançar graciosamente... enfim, sinto falta de ser magra.
Uma coisa boa me aconteceu, meus pais finalmente me colocaram na academia. Hoje passei quatro horas lá... Ai como dói! Tinha me esquecido do que era sentir dor, e como é tão bom esse sentimento, o sentimento de estar emagrecendo.
Amiga Ana e Mia? Na minha vida só existiu uma verdadeira, não existem meninas assim... Estão tão empolgadas com a ideia de ser Mia ou Ana, que esquecem que estão se tratando de uma doença gravíssima, que quando te pega, não te larga mais. Você vira um escravo da Anorexia, um apoio da Bulimia. E quando percebe, não tem mais jeito! Enfim,  as meninas acham que é fácil, é só vomitar um pouquinho e você já fica magra. Mas o que muitas não percebem é que não são, nem nunca serão, verdadeiras Ana e Mia, porque estão agindo por impulso, um verdadeiro entusiasmo. Ser  Ana não é simplesmente não comer, é você chegar ao 45 kilos e achar que está gorda, quer chegar aos 35! É você não agir por razão, e sim por instinto! 
Quero voltar a ser a mesma de dois anos atrás, aquela garota determinada, feliz e animada, mas na dela, como se o mundo não a notasse e ela não notasse o mundo. Quero a Ana de volta, quero a Mia de volta. Mas não as desejo a ninguém!





domingo, julho 01, 2012

Voltei!!!


Bom pessoas do meu S2...

Eu vou explicar o meu post anterior. Dias desses, minha mãe chegou para mim falando que eu estava gorda, que se continuasse assim ia perder o namorado, ia ficar obesa, blábláblá...
Outro detalhe: na minha nova escola (passei no vestibulinho) encontrei uma menina que também é bulímica, então isso nos dá mais força.

A verdade é que: desde o ano passado, eu havia “deixado de lado” a Ana, mas sempre tive a Mia como aliada, mesmo que parcialmente. Enfim: depois do meu namorado me chamar de gordinha e fofinha várias vezes, a minha mãe me chamar de gorda N vezes e encontrar outra Mia, a força de lutar pela perfeição voltou. Mesmo que agora eu esteja pesando 67 kilos!!! Desastre Total!!! Ah eu sou uma tonta mesmo! Credo!

Já falei com minha mãe que vou emagrecer dez kilos (fake, serão 15 ashuashua) e vou começar com a dieta da USP (grande merda) e quando eu tiver coragem, provavelmente nas férias de novembro, faço a ABC. Hoje a noite, acho que vou tomar uns laxantes (prevejo uma segunda feira linda no banheiro rsrsrs). No mais, vou fazer de tudo o impossível para manter o blog em dia, vejo que muitas amigas abandonaram tudo, não quero ser uma dessas, quero ser forte e atingir objetivos. Afinal, minha mãe disse que sempre fui determinada, eu vou achar essa determinação, custe o que custar.

Beijos, Luuh


sexta-feira, junho 29, 2012

Nada bom...

Não é nada bom você acordar no futuro e lembrar do passado, como se ele fosse algo muito distante. Não é nada bom você se olhar e encontrar uma outra pessoa, algum irreconhecível. Não é nada bom você ser separada de uma amiga que sempre te apoiava. Não é nada bom seu namorado te mandar uma mensagem: Te amo minha gordinha, e você cair em prantos. Não é nada bom sua própria mãe te ofender dizendo que está gorda e você se lembrar de todo o seu passado mais sombrio e dizer: Eu estou de volta à insanidade!